Vender para o governo pode representar uma oportunidade valiosa e estável para empresas de todos os setores. Com um vasto leque de necessidades a serem atendidas e recursos disponíveis para investimento, os órgãos públicos são clientes em potencial que podem impulsionar significativamente o crescimento e a lucratividade de um negócio. 

No entanto, entrar nesse mercado requer não apenas produtos ou serviços de qualidade, mas também um profundo entendimento dos processos de compras governamentais, incluindo os diferentes tipos de pregões: pregão eletrônico e presencial.

No cenário atual, os pregões eletrônicos e presenciais são meios amplamente utilizados pelos órgãos públicos para adquirir bens e serviços de fornecedores privados. Cada formato possui suas próprias características e vantagens, oferecendo oportunidades únicas para empresas interessadas em fornecer para o governo.

Neste blogpost, exploraremos em detalhes o que são os pregões eletrônicos e presenciais, destacando suas características distintas e as vantagens que oferecem tanto para os órgãos públicos quanto para os fornecedores

Além disso, forneceremos dicas práticas sobre como as empresas podem aproveitar essas oportunidades para expandir seus negócios e garantir sucesso nas vendas para o governo. 

Se você deseja entender melhor como conquistar contratos governamentais e alcançar novos patamares de crescimento, continue lendo e descubra os segredos para vender com sucesso para o governo.

O que é um pregão? 

Um pregão é um procedimento utilizado pelos órgãos públicos para adquirir bens e serviços através de uma competição entre os interessados, visando obter a melhor oferta

Durante o pregão, os fornecedores apresentam suas propostas, e o órgão público seleciona aquela atende às suas necessidades, levando em consideração os documentos para habilitação. 

Este processo pode ocorrer de forma eletrônica, utilizando plataformas online, ou presencial, com os participantes reunidos em um local físico designado. O pregão é regido por leis e regulamentos específicos, garantindo transparência e igualdade de oportunidades para todos os participantes.

Pregão eletrônico 

Nesse formato, os fornecedores cadastrados podem participar de uma competição para oferecer os melhores preços e condições para fornecer produtos ou serviços ao governo. Uma das principais vantagens do pregão eletrônico é a ampliação do alcance, permitindo que fornecedores de todo o país participem da disputa

Além disso, ele proporciona redução de custos ao eliminar a necessidade de deslocamento físico para participar do processo, e oferece transparência, já que todo o procedimento é documentado e armazenado eletronicamente. 

Essas características tornam o pregão eletrônico uma ferramenta eficiente e transparente para aquisições governamentais, proporcionando benefícios tanto para os órgãos públicos quanto para os fornecedores.

Pregão presencial

No pregão presencial, o processo de compra é conduzido de forma física, com os fornecedores interessados se reunindo em um local designado para apresentar suas propostas e participar da competição. 

Diferentemente do pregão eletrônico, onde todo o processo ocorre online, o pregão presencial permite uma interação direta entre os fornecedores e os representantes do órgão público responsável pela aquisição

Embora menos comum em comparação com o pregão eletrônico, o pregão presencial ainda é utilizado em algumas situações específicas. 

Vale ressaltar que com a mudança recente que tivemos na legislação, substituindo a lei geral de licitação (8666 de 1993 e Lei do pregão 10.520 de 2002, pela nova lei  14.133 de 2021) ele será exceção. A Nova Lei de Licitações exige que as licitações sejam feitas eletronicamente admitindo as presenciais somente em raras excessões. 

Como vender para o governo? 

Registro e credenciamento: 

Antes de participar de qualquer processo de compra governamental, é essencial que sua empresa esteja devidamente registrada e credenciada nos órgãos competentes

Envolve a inscrição em sistemas de cadastro específicos, como o Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores (SICAF). O registro correto é fundamental para garantir que sua empresa seja elegível para participar de licitações e pregões do governo.

Conhecimento das regras e procedimentos: 

Para vender com sucesso para o governo, é crucial entender as regras e os procedimentos que regem os processos de compras governamentais

TASK 33850 ConLicitaGo Producao de banners de conversao 2

Isso inclui familiaridade com as leis de licitações e contratos, bem como os regulamentos específicos de cada órgão ou entidade pública. Esteja ciente dos prazos, requisitos de documentação e critérios de seleção para garantir que sua empresa possa cumprir todas as exigências.

Elaboração de propostas competitivas: 

Ao preparar propostas para licitações, é importante atender os requisitos qualitativos da sua empresa e oferecer uma proposta competitiva

Não apenas o preço, mas também a qualidade dos produtos ou serviços oferecidos, prazos de entrega, garantias e outras condições que possam influenciar a decisão de compra do governo. 

Networking e relacionamento com órgãos governamentais: 

Construir relacionamentos sólidos com os órgãos governamentais pode ser fundamental para o sucesso nas vendas para o governo. Participe de eventos, seminários e feiras comerciais onde representantes do governo estejam presentes, e busque oportunidades para se conectar e se envolver com essas autoridades. 

Mantenha também uma comunicação proativa com os órgãos públicos, buscando entender suas necessidades e oferecendo soluções que agreguem valor aos seus projetos e programas.

Persistência e paciência: 

Vender para o governo pode ser um processo demorado e complexo, com várias etapas e procedimentos a serem seguidos. Portanto, é importante ser persistente e paciente ao buscar oportunidades de negócios governamentais. 

Esteja preparado para lidar com possíveis contratempos, como atrasos nas licitações ou mudanças nos requisitos, e mantenha um foco constante na qualidade e na competitividade de suas ofertas. Com determinação e dedicação, sua empresa pode aproveitar o potencial do mercado governamental e garantir sucesso nas vendas para o governo.

Conclusão 

Vender para o governo por meio de pregões eletrônicos e presenciais pode ser uma maneira eficaz de expandir os horizontes do seu negócio

Compreender as nuances de cada formato de pregão e estar preparado para atender às demandas dos órgãos públicos são passos essenciais para aproveitar as oportunidades disponíveis neste mercado dinâmico.

Para dominar as estratégias de venda para o governo por meio de pregões eletrônicos e/ou presenciais, uma excelente forma de se capacitar e se destacar nesse mercado competitivo é por meio do ConLicita Go, uma plataforma de cursos de licitação online

No nosso catálogo, você encontrará cursos detalhados e práticos, desenhados para fornecer todo o conhecimento e as ferramentas necessárias para navegar com sucesso nas complexidades dos processos de licitação. 

Cada curso é cuidadosamente elaborado por especialistas na área, garantindo que você obtenha insights valiosos e aprendizado aplicável.Saiba mais! 

Conheça esses cursos relacionados: 

Treinamento do Compras.Gov na Nova Lei de Licitações para Fornecedores 

Dever de Diligência e saneamento no Pregão 

Pregão eletrônico e a Nova Lei de Licitações 

O Uso do Robô de Lances no Pregão eletrônico 

IN 73/2022 

IN 73/2022 Na Visão do Fornecedor 

Portal Licitanet na Nova Lei 

Pregão Presencial e Eletrônico Teoria e Prática 

Quer se tornar especialista em licitação?

Newsletter

Assine nossa newsletter e fique por dentro das maiores e melhores notícias do mundo das licitações.

Posts Recentes